Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

taawacensurado

taawacensurado

19
Set19

Os Problemas do Planeta dão SONO!

Escrito por voza0db

RTP_Planeta_Dormir.jpg

 

Aqui está a Perfeita Solução para os Problemas do Planeta...

DORMIR

mas de preferência que sejam daquelas SONECAS intermináveis!

 

Isto aconteceu em mais um daqueles programas secativos da

RTP - Rádio Terrorista Portuguesa.jpg

que, confesso, só consegui ver - felizmente - até à parte em que vi esta cena deliciosa!

 

Do que ouvi posso-vos anunciar com ALEGRIA que escusam de se preocupar pois a mesma Ciência e Tecnologia que nos trouxe a este estado miserável, será a mesma que nos vai retirar dele!

 

Bravo Umanos...

 

Acredite quem quiser.

VAI GRETA!

 

17
Set19

SEXTA-FEIRA 20 DE SETEMBRO...

Escrito por voza0db

greve_escola.png

A MANADA ESTUDANTIL já pode voltar a fazer GREVE ÀS AULAS!

 

Já não estão de Férias (e em tempo de férias não há Tempo para Greves idiotas!) e como tal já podem fazer de conta que estão PREOCUPADOS COM O CLIMA!

Manada_redes_sociais.jpg

 

Vão lá então... e não se esqueçam de seguir as Ordens da Pastora Climática!

 

Greta a Pastora.jpg

 

 

 

 

06
Set19

E PRONTO!

Escrito por voza0db

.jpg

Nada mais se pode esperar da Greta!

 

Só me apetece dizer uma coisa...

 

Greta... vai-te foder.

 

Mas começo a desconfiar que a degeneração dos animais umanos que habitam a região da Suécia vai mais avançada!

 

Não basta a Greta, agora temos outro idiota sueco a afirmar que a solução para combater as alterações climáticas provocadas pelo umano é... COMER CADÁVERES UMANOS!

 

Apreciem a deliciosa imagem atrás da degenerada ulher sueca que foi difundida durante a entrevista numa televisão sueca...

040919tv.jpg

E pronto... não se pode esperar mais a não ser MAIS DEGENERAÇÃO!

 

E que VENHA O COMETA.

18
Ago19

GREVES EM EXTINÇÃO

Escrito por voza0db

fossa.jpg

Seja na FOSSA BRASILIS, seja na FOSSA PORTROIKAL, a realidade é que os escravos umanos em breve nem sequer terão hipótese de brincar às greves.

 

Já que estamos numa fase de greve de motoristas de camiões vamos lá ver o que em breve será a REALIDADE!

.jpg

Este é, segundo sei, o camião mais avançado no que toca a camiões que não precisam de escravos umanos para se deslocar.

 

Esta empresa já consegue por o camião com reboque a fazer deslocações entre pontos de carga sem qualquer intervenção de animais umanos e sem nenhuma desactivação do sistema automático de condução.

 

Ou seja, é um camião que é capaz de se auto-conduzir em qualquer tipo de via e em qualquer tipo de condição atmosférica (outro dia fez mais uma viagem em condições climatéricas de tempestade ligeira sem qualquer falha!).

 

A UPS nos EUA já está a usar estes veículos para fazerem vários serviços!

 

Assim sendo em breve os motoristas tugas nem sequer terão hipótese de brincar às greves pois nem sequer haverá a necessidade de motoristas para camiões! E mesmo que exista necessidade para alguns serão apenas para funções de vigilância o que se traduz num salário reduzido!

 

Juntemos a esta REALIDADE a expansão da frota de VEÍCULOS ELÉCTRICOS (camiões incluídos) e facilmente podemos declarar que estamos perante as últimas hipóteses que estes escravos boçais terão para tentar sacar alguma massa financeira dos escravos boçais que lhes pagam!

 

Aproveitem enquanto DURA!

 

 

13
Ago19

Greve... às Alterações Climáticas... dos Motoristas!

Escrito por voza0db

greve_motoristas.jpg

 

Declaro desde já que estou do lado destes escravos miseráveis...

 

Tirando isto, NÃO é de admirar que a MANADA TUGA esteja contra esta greve. Lá no fundo todos sabemos que a MANADA TUGA desperdiça tudo o que são oportunidades de MUDANÇA no que toca ao uso de combustíveis fósseis!

 

Teria tido com esta greve uma OPORTUNIDADE DE OURO para demonstrar o quanto estão preocupados com as ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS e assumido uma postura de VERDADEIRO "DIAS PORTUGUESES SEM CARROS"!

 

Mas não!

 

Desde o boçal presidente do Barraco à simplória boçal que "pensa" que só tem férias se poder ir de carro para o ALLgarve todos são activamente CONTRA todas as ACÇÕES E MEDIDAS que visem EFECTIVAMENTE A MITIGAÇÃO DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS!

 

Nem aqueles grupos de idiotas e falsos defensores de ecossistemas que andam sempre a berrar contra a exploração de combustíveis fósseis na costa Tuga abrem a bocarra a defender estes escravos motoristas.

 

A nossa sorte é que daqui por umas largas dezenas de anos este tipo de diversão será impossível de se realizar! Obrigado carros eléctricos!

 

Não irão impedir as Alterações Climáticas nem a perpétua destruição dos ECOSSISTEMAS, mas pelo menos livram-nos destes incomodativos escravos grevistas...

 

Tirando isto... Tudo está exactamente na mesma!

 

Gloriosa Civilização.

28
Jul19

AQUECIMENTO GLOBAL... É CHATO!

Escrito por voza0db

aquecimento_2019.jpg

Temperaturas altas no Verão devido a massas de ar quente vindas de África! Novos recordes batidos!

 

NOVIDADE MUNDIAL!

 

Vamos lá ler notícias de 28 de Agosto de 1930!

AqueG_jornal_frances_1930.jpg

Paris - 31º C à sombra!

 

Madrid - 50º C à sombra! (e pelo que reza a notícia muitas cidades espanholas estavam igualmente com temperaturas idênticas à capital)

 

Moulins (centro de França) - 35º C à sombra!

 

Londres - 33º C à sombra!

 

Saint-Etienne (centro de França) - 50º C ao sol! E como nesta época o que já não faltava eram animais umanos boçais uma fêmea otária de 40 anos morreu por estar ao SOL!

 

Assim sendo temos que há 90 anos as temperaturas eram influenciadas pelas vagas de ar quente vindas de África.

 

Hoje em dia continuamos a ter o mesmo.

 

QUAL A GRANDE DIFERENÇA DE LÁ PARA CÁ?

 

Não há qualquer referência à boçalidade hoje na MODA do apelidado "Aquecimento Global causado pela Umanidade"!

 

Hoje em dia, qualquer vaga de calor, natural e expectável, é logo embrulhada na bosta propagandística (Aquecimento Global causado pela Umanidade) e, DESDE QUE NÃO ESTEJAMOS EM ÉPOCA DE FÉRIAS ESCOLARES, a Greta e seus seguidores gritam logo que vão fazer greve às sextas-feiras em prol do Planeta!

 

Devo realçar que, curiosamente, nos países do Norte da Europa os animais umanos não parecem estar tristes e/ou preocupados com isto, pois é observá-los a irem logo para as praias, piscinas e por aí fora!

 

Para terminar relembro que felizmente os vulcões têm estado sossegados...

vulcoes_aquecimento_mini_era_gelo.jpg

 

E assim conseguimos ter temperaturas amenas e agradáveis!

19
Jul19

FURA GREVES CLIMÁTICAS

Escrito por voza0db

greta_greves.jpg

E pronto!

 

Já sabemos que a real vontade de MUDANÇA da chavalada em idade escolar se fica pelo período em que se podem baldar às aulas e terem um fim-de-semana mais comprido.

 

Fica claro que eles NÃO QUEREM ABDICAR DE NENHUM DIA DE FÉRIAS para lutarem pelo "FUTURO"!

 

Continuem então a devorar o "FUTURO" meus ricos animais degenerados...

Umans_Umanity.jpg

12
Jul19

SOMOS TODOS RACISTAS.

Escrito por voza0db

racismo.jpg

E quem afirmar que não é... é apenas um[a] racista mentiroso[a].

 

Delicioso texto opinativo do "Ser Humano" Maria de Fátima Bonifácio...

"

Segundo o PÚBLICO de 29 de Junho, o “PS quer discriminação positiva para as minorias étnico-raciais”. Em causa estão sobretudo africanos e ciganos, independentemente de terem nascido em Portugal ou não. Estas minorias excluídas da Cidade, a sua suposta ou real marginalização, constitui a prova de que Portugal “continua a ter um problema de racismo e xenofobia”, independentemente do efeito – que de resto não sofremos – do drama dos refugiados, com o seu pico mais trágico em 2015.

 

O entrevistado pelo PÚBLICO, Rui Pena Pires, sociólogo e secretário nacional do Partido Socialista, lamenta “a falta de diversidade no espaço público”, que continua atulhado de homens brancos e mulheres brancas. E, em conformidade com a ideia, grata à esquerda, de que a sociedade e respectiva mentalidade podem ser mudadas por decreto, Pena Pires saúda a possibilidade de que o problema da exclusão de negros e ciganos do espaço público se resolva, ou comece a resolver, estabelecendo quotas para deputados coloridos, de forma a conferir à futura Assembleia da República uma dimensão representativa mais conforme com a composição étnico-racial da sociedade portuguesa. Se as quotas tinham impulsionado a emancipação e igualização de direitos das mulheres, se lhes haviam aberto o espaço público, porque não aplicar a mesma receita às minorias étnicas?

 

A comparação com a igualdade ou paridade de género é inteiramente falaciosa. As mulheres, que sem dúvida têm nos últimos anos adquirido uma visibilidade sem paralelo com o passado, partilham, de um modo geral, as mesmas crenças religiosas e os mesmos valores morais: fazem parte de uma entidade civilizacional e cultural milenária que dá pelo nome de Cristandade. Ora isto não se aplica a africanos nem a ciganos. Nem uns nem outros descendem dos Direitos Universais do Homem decretados pela Grande Revolução Francesa de 1789. Uns e outros possuem os seus códigos de honra, as suas crenças, cultos e liturgias próprios.

 

Os ciganos, sobretudo, são inassimiláveis: organizados em famílias, clãs e tribos, conservam os mesmos hábitos de vida e os mesmos valores de quando eram nómadas. E mais: eles mesmos recusam terminantemente a integração. É só ver a quantidade de meninas ciganas que são forçadas pelos pais a abandonar a escola a partir do momento em que atingem a puberdade; é só ver a quantidade de meninas e meninos ciganos que abandonam os estudos, apesar dos subsídios estatais de que os pais continuam a gozar para financiar (ou premiar!) a ida dos filhos às aulas; é só ver o modo disfuncional como se comportam nos supermercados; é só ver como desrespeitam as mais elementares regras de civismo que presidem à habitação nos bairros sociais e no espaço público em geral. Os ciganos não praticam a bárbara excisão genital das mulheres. Mas, em vez desta brutal mutilação, vulgar e imperativa nas tribos muçulmanas, aos casamentos entre ciganos segue-se, no dia seguinte, obrigatoriamente, a humilhante demonstração da virgindade da noiva, cujo sangue de desfloramento, estampado nos lençóis, é orgulhosamente exibido perante a comunidade. O que temos nós a ver com este mundo? Nada. O que tem o deles a ver com o nosso? Nada.

 

Africanos e afro-descendentes também se auto-excluem, possivelmente de modo menos agressivo, da comunidade nacional. Odeiam ciganos. Constituem etnias irreconciliáveis, e desta mútua aversão já nasceram, em bairros periféricos e em guetos que metem medo, batalhas campais só refreadas pela intervenção policial. Os africanos são abertamente racistas: detestam os brancos sem rodeios; e detestam-se uns aos outros quando são oriundos de tribos ou “nacionalidades” rivais. Há pouco tempo, uma empregada negra do meu prédio indignou-se: “Senhora, eu não sou preta, sou atlântica, cabo-verdiana.” Passou-se comigo. A cabo-verdiana desprezava as angolanas porque eram africanas, não atlânticas, e muito mais pretas...

 

Os partidos, nomeadamente o PS, confessam que, para o fim inconfesso de conquistar mais alguns votos, se vêem hoje obrigados a “assegurar a representatividade das diferentes origens étnico-raciais”. Não por acaso, na entrevista com Pena Pires, a visibilidade dessas diferentes origens aparece imediatamente relacionada com a facilitação do acesso ao ensino superior, que deveria abrir-se a todos os alunos, “independentemente da sua nota final” no 12.º ano. “Se fizermos uma política de alargamento de acesso ao ensino superior, já resolvemos parte do problema.

 

§Não faz sentido ter um ensino virado para os melhores alunos, mas sim para todos os que têm as condições mínimas para entrar.” Pena Pires não explica que condições são essas. Possivelmente, o simples facto de existirem jovens que, apesar de incapazes e preguiçosos, aspiram a um diploma universitário! Pelos vistos, o facilitismo que já reina hoje em dia nas universidades ainda não chega: para resolver “os problemas de racismo e xenofobia” que afligem a esquerda bem-pensante da nossa democracia, teremos de criar um passe de livre-trânsito entre o secundário e a universidade. Quando esta política for oficialmente consagrada e der os seus resultados, teremos um Parlamento ainda mais ignorante e incompetente do que já temos – sem que o País deixe de “ter um problema de xenofobia e racismo”.

 

A título de complemento do acesso irrestrito ao ensino superior, Pena Pires recomenda também a criação de “um observatório do racismo e da discriminação junto a uma universidade”. Mas como é que se observa o racismo e a discriminação a partir dos gabinetes almofadados onde se sentariam os observadores? A única maneira de observar uma matéria tão fugidia e evanescente é frequentar feiras e supermercados baratos, é entrar nos bairros em que nem a polícia se atreve a pôr os pés. Mas isto é tremendamente maçador e, sobretudo, exige muita coragem física. O observatório não observaria nada e seria perfeitamente inútil, a não ser – isso sim – para criar mais alguns jobs for the boys.


Bem-vindos os analfabetos – lusitanos, africanos ou ciganos – à “visibilidade” no espaço público. De facto, só por uma cabeça de esquerda passaria a ideia peregrina de um acesso irrestrito e incondicional à universidade. E, quanto à melhoria da representatividade parlamentar, o recrutamento de meia dúzia de indivíduos africanos ou ciganos em nada, mas nada, promoveria a integração destas comunidades “invisíveis”, pelo singelo motivo de que a sua “inclusão” não passaria de uma farsa multicultural igualitarista. Por um lado, os eleitos não tardariam a ser vistos pelos seus como desertores, e por outro seriam olhados pelos seus colegas de bancada como forasteiros coloridos. Acontece que a xenofobia e o racismo são um fenómeno universal, e não um problema especificamente português. Por mais que se escancarem as portas da universidade, por mais que se criem srs. doutores de aviário, nunca se dissolverão na comunidade autóctone as minorias exóticas em que uma selvajaria como a excisão genital feminina seja moeda corrente.

 

Mais extraordinário e mais eloquente é que, na entrevista de Pena Pires, nunca surja a palavra “mérito”. Não, não podemos integrar por decreto."

 

A reacção dos outros racistas a este texto?

 

"O SOS Racismo não aceita escusar-se à responsabilidade de denunciar e exigir o cumprimento legal da defesa dos direitos do/as que são vítimas do racismo. O racismo é crime, não é uma opinião. E o texto de Fátima Bonifácio é um manifesto racista!"

 

Observem que hoje em dia a SIMPLES constatação de uma REALIDADE é em si mesma uma acção RACISTA! E como o racismo é crime somos TODOS criminosos.

 

Ainda há uns tempos atrás andávamos a cortar as cabeças aos pretos e a violar, torturar e matar as pretas e agora andamos armados em não-racistas, apesar de continuarmos a explorar os pretos[as], só paramos foi de cortar as cabeças!

É preciso ter lata...

 

Tenho que declarar que eu não sou racista. Já evoluí!

 

Sou especista.

A VERDADE destrói salafrários

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D